Acessórios em Cobre tudo nesse Outono / Inverno 2017

||
Os acessórios  Cobre são lindos , poderosos agora nessa estação em brincos , colares , maxis todos , braceletes . Dão um visual elegante a peça aquele tom terroso fechado . Eu adoro !!! Vamos abusar !!! Tem as perólas também em tons cobre ficam lindas compondo o look .
O cobre É um metal semiprecioso que se usa na joalheria desde tempos muito antigos, considerado um mineral sensacional e é o suficientemente suave para trabalha-lo com ferramentas manuais ou elétricas. Incluso, pode encontrar-se em metais nativos de varias partes do mundo, convertendo-o em um dos primeiros materiais útil, não só em a realização das joias, mas também para outros usos.
Por requerer mais cuidados que o ouro e a prata, o cobre deve estar protegido contra a humidade; no que se refere ao contato com a pele, devido à transpiração e a reação química aportada, esta se tornará de uma cor esverdeada, se você empregar constantemente este tipo de joias. Por isso, deixe de usa-las por uns dias e voltará a seu aspecto normal; também é recomendável recobrir a parte da joia que tem contato direto com sua pele, com varias capas de esmalte transparente.

Na parte energética o Cobre Transmite alegria, capacidade de fazer amizades e liderar pessoas
ENERGIA: Receptiva.
PLANETA: Vénus.
ELEMENTO: Água.
DIVINDADES: Afrodite, Astarte, Ishtar.
PEDRAS ASSOCIADAS: Cristal de quartzo, Esmeralda.
ERVA ASSOCIADA: Mimosa.
PODERES: Direcção da energia, cura, sorte, amor, protecção, dinheiro.

CIÊNCIA POPULAR MÁGICO-RITUAL:
O cobre, um metal laranja-avermelhado, esteve muito vinculado com o divino. Nas antigas épocas Mesoptâmicas, era atribuída à Rainha do Céu e também às deusas
associadas com o planeta Vénus. Estas incluem Ishtar, Astarte e talvez Inanna, a predecessora suprema das primeiras duas divindades mencionadas anteriormente.
Também foi consagrado ao Sol na Babilónia e para os antigos habitantes do Pacífico norocidental (E.U.).

USOS MÁGICOS:
O cobre é muito conhecido como condutor de electricidade. Um uso moderno deste metal é fabricar varetas com tubos de cobre. No extremo colocam-se cristais de
quartzo e às vezes envolvem-se em pele ou outra substância protectora. Estas varetas usam-se em rituais mágicos para dirigir a energia. Este metal também é usado
durante os rituais com o mesmo fim: para aumentar a capacidade do mago de dirigir a energia até ao objectivo mágico. O cobre foi usado durante muito tempo para estimular a cura. Isto parece dever-se à capacidade do cobre de equilibrar a polaridade do corpo, o fluxo das energias projectivas e receptivas. Os bloqueios deste tipo de energia, segundo os xamanes e os sanadores, conduzem a desequilíbriosd e, consequentemente, a doenças.
As aplicações curativas do cobre são infinitas. No México coloca-se um centavo de cobre sobre o umbigo antes de uma viagem para prevenir o enjoo. O cobre é usado para aliviar o reumatismo, a artrite e qualquer estado de dor. Para aliviar as caimbras coloca-se um arame de cobre à volta das pernas e braços.
Para as curas em geral e para prevenir as doenças, emprega-se com frequência o cobre puro em qualquer forma. Para que resulte mais eficaz nas aplicações relacionadas com a saúde, geralmente usa-se o cobre no lado esquerdo do corpo, e os canhotos, no lado direito.
O cobre é um metal que atrai a sorte, talvez devido às suas passadas atribuições solares, de modo que pode usar-se combinado com qualquer pedra preciosa que traga a sorte.
O cobre, metal de Vénus, usa-se para atrair o amor. As esmeraldas, se pode dar-se ao luxo de as ter, podem encastar-se em cobre e usar-se com este propósito. Na antiguidade, as sementes de mimosa (Acacia dealbata) encastavam-se em anéis de cobre e usavam-se, especialmente, durante os confrontos, para que desse protecção
contra todo o tipo de males e negatividade. E por último, o cobre usa-se para atrair o dinheiro. Ainda que os centavos dos Estados Unidos já não se façam de cobre, os mais antigos, em especial os cunhados em anos bissextos, foram durante muito tempo colocados na cozinha para atrair dinheiro para a casa.

Cunningham, Scott, 1956-1993. Enciclopédia de cristais, pedras preciosas e metais / Scott Cunningham; tradução Cacilda Rainho Ferrante. - 3ª ed. - São Paulo. - Gaia, 2005. - (Gaia alemdalenda) Título original: Cunningham's encyclopedia of Crystal,



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© BL Design - 2017/2018. Todos os direitos reservados || Tudo aqui é feito com amor.
Criado por: Bianca Layouts ♥ EXCLUSIVO! ♥ .
Tecnologia do Blogger .
imagem-logo