Mana Alimentos Naturais

||
CURA PELA NATUREZA!!!

Quero divulgar esse trabalho tao bonito da nova amiga Sandra . 
Sucos Naturais na polpa tudo feito artesanalmente . Recebi meus combos hoje .Super bem embalados . 
So tirar da embalagem bater e tomar em jejum . 
Cura pela natureza sem remedios , sem artificios. 
Entrem em contato pela sua pagina no Face : 
Mana ManáNatural Alimentos Naturais

Trabalho com amor feito pela família .Entrem em contato e encomendem seus combos para 7 dias
Um suco por dia em jejum de 250ml
Eu aproveitei e encomendei para o mes todo!!!
São varios Combos cada um para uma função .
Esclareça suas dúvidas com a equipe e sera super bem atendido
SUPER RECOMENDO !!!

ABAIXO O LINK NO YOUTUBE SOBRE OS BENEFICIOS DO MANA COBIU .
MANA COBIU

Espirais Movimento e Expansão!!!

||
Espirais Celtas

As espirais celtas são encontradas em vários artefatos e construções antigas, o seu significado reside na beleza e na simplicidade dos seus traços. Geralmente, representam o equilíbrio do universo dentro de nós, ou seja, o equilíbrio espiritual interior e a percepção exterior.

Elas formam um padrão que começa pelo centro e se deslocam para fora ou para dentro, conforme a sua configuração. Esses movimentos podem ser observados de forma figurada no sentido horário ou anti-horário.

As espirais com movimentos no sentido horário estão associadas ao Sol e a harmonia com a Terra ou movimentos que representam à expansão e à atração, em relação ao centro.

Por outro lado, as espirais com movimentos no sentido anti-horário estão associadas à manipulação dos elementos da natureza e aos encantamentos que visam à interiorização e à transmutação de energias, assim como a proteção.

Lembrando que entre os celtas, conforme os textos clássicos, mover-se em torno de um objeto em sentido anti-horário era considerado como mau agouro.

Os antigos túmulos megalíticos de Newgrange, Knowth, Dowth, Fourknocks, Loughcrew e Tara, na Irlanda, são exemplos maravilhosos de espirais, anterior aos celtas, conhecidos como "As Espirais da Vida" e que representam, de um modo geral, o ciclo da vida, da morte e do renascimento.

As espirais da vida são belas representações da eternidade da alma!

Os símbolos celtas, geralmente, são formados de espirais simples, duplas e triplas.

Espirais Simples: As espirais em sentido horário representam o sol de verão (a expansão) e no sentido anti-horário o sol de inverno (a proteção). Representam os solstícios.
 
  


Espirais Duplas: As espirais duplas representam, o equilíbrio, através dos equinócios da primavera e do outono. 
 



Espirais Triplas: As espirais triplas representam a união dos Três Reinos Celtas. 



"Para os celtas, a vida significava movimento e dinamismo e por isso não havia alternativa possível: descartada a opção de ficar quieto, sob pena de ser destruído pela incessante ondulação da existência, a única coisa que restava a fazer, era seguir andando com ela." Os Mitos Celtas - Pedro Pablo G. May.

Triskelion ou Triskel

O Triskelion é considerado um antigo símbolo indo-europeu, palavra de origem grega, que literalmente significa "três pernas" e, de fato, este símbolo nos lembra três pernas correndo ou três pontas curvadas, uma referência ao movimento da vida e do universo. Na cultura celta é dedicado à Manannán Mac Lir, o Senhor dos Portais entre os mundos.

Tudo indica que o número três era considerado sagrado pelos celtas, reforçando o conceito da triplicidade e da cosmologia celta de: Submundo, Mundo Intermediário e Mundo Superior.

O triskelion também é conhecido por triskle ou triskele, tríscele, triskel, threefold ou espiral tripla, e possui dois grandes aspectos principais de simbolismo implícitos em sua representação, que são: 

- Simbologia ligada ao constante movimento de ir, representando: a ação, o progresso, a criação e os ciclos de crescimento. 

- Simbologia ligada às representações da triplicidade: Corpo, Mente e Espírito; Passado, Presente e Futuro; Primavera, Verão e Inverno... Os ciclos de transformação.

Triskle

Os nós celtas são variantes entrelaçadas de símbolos do mundo pré-céltico, germânico e céltico.

Representação dos Três Reinos 

O número três nos liga aos reinos do Céu, da Terra e do Mar – locais onde há a existência de vida. Reinos que compunham todo o mundo celta – e por sua vez, formavam os Três Reinos, vistos da seguinte forma: 

- O Céu, que está sobre nossa cabeça e nos oferece o Sol, a Lua, as estrelas e as chuvas que fertilizam a terra. Representa a luz, a inspiração (o fogo na cabeça) e os Deuses da criação.

- A Terra, que está sob nossos pés e nos dá o alimento, nos abriga e faz tudo crescer - são as raízes fortes das árvores. Representa o solo, os campos e os Espíritos da Natureza.

- O Mar é a água que está em nós, representa o Portal para o Outro Mundo, que sacia a sede e nos dá a vida - sem a água tudo perece e morre. Representa os seres feéricos, a água e os Ancestrais.

Símbolo- Espirais Triplas.


 Sendo os reinos interdependentes, onde cada um possui seu significado próprio, mas que ao mesmo tempo dependem um do outro para continuar existindo, permitido assim, que o nosso mundo também exista em perfeita interação. 

Essa cosmologia não-dualista é bem diferente dos quatros elementos da visão grega, pois os celtas viam tudo na forma de tríades. E o fogo é a alma que caminha entre os reinos. Além disso, cada reino era relacionado a um grande caldeirão sustentado por três pernas, que por sua vez, possuíam três atributos diferentes. 

Apesar de não haver um mito de criação como outras culturas indo-europeias, por analogia supomos que havia entre eles a ideia dos Três Mundos, descritos como:

- O Mundo Celestial: onde as energias cósmicas como o Sol, a Lua e o vento se movem. Associado aos Deuses da criação.

- O Mundo Intermediário: onde nós e a natureza vivemos. Associado aos espíritos da natureza.

- O Submundo: onde os ancestrais e os seres feéricos vivem. Associado ao Outro Mundo.

Entretanto, as três pontas do triskelion/ Espirais Triplas eram associadas aos Três Reinos ou aos Três Mundos e ao fluxo das estações. E, numa versão moderna, às três fases da Lua vistas no céu: Crescente, Cheia e Minguante.

Com as mesmas características observadas nas espirais, seu movimento a partir do centro, pode ser descrito como no sentido horário ou anti-horário. Simbolicamente, o sentido horário: representa a expansão e crescimento e o sentido anti-horário: a proteção e o recolhimento.

Símbolo- Triskel/ Triskelion.

"Tendo em consideração o número três, símbolo sagrado dos Celtas, o qual tanto se apresenta com a forma de tríade como de triskel, a tripla espiral que, girando à volta de um ponto central, simboliza por excelência o universo em expansão." Jean Markale - A Grande Epopeia dos Celtas.

E de um modo geral estes símbolos estão associados ao crescimento pessoal, ao desenvolvimento humano, a expansão da consciência e o fluir da vida.

OBSERVAÇÃO: Créditos para a equipe templo de avalon! Trazendo ótimos textos! 

Suavidade e Força

||

Suavidade e Força

Certos tipos de pessoas são suaves, mas sua suavidade surge da falta de coragem e de força. As pessoas cuja suavidade surge por falta de coragem sofrem muito, e eventualmente tornam-se inconstantes. Há outro tipo de suavidade nas pessoas – uma suavidade proveniente da maturidade, da magnanimidade e o conhecimento do Ser.
Da mesma forma, há dois tipos de força nas pessoas – a agressão e a assertividade. Algumas pessoas demonstram força de maneira agressiva devido a fraqueza ou medo. Outras têm força ou são assertivas devido ao cuidado e ao amor, por compaixão. Portanto, olhe para si mesmo e tome consciência do tipo de suavidade e de força que há dentro de você.
Acho muito interessante esse pensamento a gente começar a perceber que não é necessario ser um ogro na vida para se ter força . Observemos os grandes mestres , as grande almas. !!!
Sejamos ASSERTIVOS !!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© BL Design - 2017/2018. Todos os direitos reservados || Tudo aqui é feito com amor.
Criado por: Bianca Layouts ♥ EXCLUSIVO! ♥ .
Tecnologia do Blogger .
imagem-logo